Amigo da Alma Rotating Header Image

Posts under ‘Sonetos’

O Conselho de Bernardo

Última vez que estive em Lisboa, conforme combinado por cartas de há muito trocadas, e a fim de aconselhar-me quanto a certas questões que há tempos perturbam este meu espírito por natureza já agitado, fui visitá-lo. O acirrado movimento da Rua dos Douradores àquela hora de fim de tarde fervilhava de transeuntes apressados e gente […]

Mercúrio

MERCÚRIO Mensageiro dos deuses, pés alados, eu faço a ligação do Olimpo ao Hades; Exu(1) da encruzilhada, sou Quo Vadis(2), eu guio os peregrinos pelos prados. Sou Budham(3), Nebo(4), Thot(5) em divindades; escriba, ensino a Língua, anoto os fados; sinapses de eloquentes neurogrados, sou ar, terra, intuição, muitas metades… Sou Gêmeos, também Virgem, ser mutável(6), […]

Sol

SOL Sou Brilho do Oriente em Fogo e Chamas(1), sou o Olho que, Hórus vivo, tudo vê. Sou eu a epifania de quem crê, cabelos de deus Shiva(2) e inda deus Samas(3). Sou Rá, Hélio e Apolo em Aton-gradê, Mitra da alquimia, o Ouro em filigrana, a Pedra que aos Filósofos inflama, sou centro dos […]

Os Três Reis Magos

Extensa é a mítica em torno das nobres figuras dos Reis Magos, sacerdotes ‘magi’ (de onde se deriva o nome ‘magia’), uma das seis tribos sacerdotais da Ásia Menor que, ao lado dos caldeus, compunham duas célebres Escolas de Mistérios. Praticantes do ocultismo, os magi e os caldeus eram versados especialmente na astrologia, arte divinatória […]

Escorpião

ESCORPIÃO Eu amo a Luz e as Trevas, inda a Sombra e seus contrastes; busco a Pedra Oculta, revolvo a terra atrás da alma insepulta que ressuscitará Serpente ou Pomba. Sou trava da Samsara em catapulta arremessando ao Hades sua alfombra, tapete de almas mortas; crio a Bomba que um dia jorrará em lava exulta. […]

Luz-Sombra & Delírio

Luz-Sombra & Delírio Meus olhos adormecem em sombras góticas aos pés de um candelabro, e já cansadas as pálpebras se fecham entrelaçadas a imagens que me assombram e são hipnóticas. É sonho? É miração? Eu vejo fadas! São duas, estão nuas… faderóticas, têm asas… eu deliro? ilusões ópticas? e beijam-se entre flores extasiadas. São polens […]

Libra

LIBRA Em mim todo o Universo se equilibra; sou Libra, do Zodíaco a balança. Meus pratos? Eu e o Outro: eterna dança sensível que entre estrelas se calibra. Eu sou dos matrimônios a aliança, sou Vênus da beleza nua em fibra, sou música de acordes que a alma vibra à imagem da divina semelhança. De […]

Virgem

VIRGEM Em Virgem sou Tomé, olhos acordem! Trago o Cosmos na ponta de meu dedo, que o detalhe é maior em seu segredo e os cães são tão mais cães se a cauda mordem. Em Virgem sou vertigem e sinto medo se há Caos por toda casa e só desordem, mas não desço do salto, […]

Leão

LEÃO Meu Brasão é um Sol d’Ouro e um Leão Rampante magnânimo em si mesmo e coroado: sou Rei que só deseja ser amado, por isso me exaspero em ser amante. Eu crio, eu dramatizo, eu persuado; sou núcleo de todo e qualquer quadrante, sou fogo das paixões, felino errante, garras e dentes se desafiado. […]

Câncer

CÂNCER Sou lastro da Samsara, seus pilares, meu ventre traz memórias ancestrais, sou útero de histórias pessoais, baú das tradições leis familiares. Tal qual o caranguejo anda pra trás, eu busco nos passados estelares meus sonhos que, emoções em sete mares, fabricam-se em couraças samurais. Mas quando eu deixo a velha carapaça, e cresço em […]

Doença e Cura

Publicado na Revista Mirante, edição #89 – (a mais antiga Revista Literária alternativa brasileira, que neste ano de 2015 completa 33 anos ininterruptos de existência) A DOENÇA Havia uma mandala só de espinhos tornando intransponível um coração, castelo indevassável, um só porão, masmorras, calabouço e descaminhos. Chamou-se logo um médico-artesão, quiçá salvar pudesse os passarinhos que […]

Gêmeos

GÊMEOS Meu astro é mensageiro, eu comunico, eu ligo a Terra aos Céus e de alto a baixo sou ponte, no ir e vir sempre me encaixo, barroco entre contrastes me fabrico. Binômio em Luz e Trevas, eis meu eixo: yin-yang…, morte-vida…, saio ou fico? Na dúvida da escolha eu me duplico, oh…, quanta indecisão! […]

Touro

TOURO Sou Touro da abundância em concretude, na terra deposito a confiança. Meus pastos? Mansidão… perseverança… Sem pressa regurgito em plenitude, medito – e a sós credito-me em finanças. Teimoso, um obstinado em solitude, eu cravo os quatro cascos no Talmude, conservo as Tradições, sábias bonanças. Eu vivo as sensações, quero os prazeres, sou Baco […]

Áries

ÁRIES Carneiro do Equinócio eu abro as portas do Templo do Zodíaco ancestral; acendo a pira alquímica vestal e levo à ebulição 12 retortas. Compreendo o que me dizem as pedras mortas, decifro o seu silêncio divinal, sou o mago das sementes-potencial, sou o ímpeto em ascese dando voltas. Meu pulso são tambores de deus […]

Peixes

PEIXES Sou Pisces, cumpro os ciclos da Samsara, humilde sou eu mesmo e sou cardume, do imenso e mais profundo eu sigo o lúmen nadando em compaixão de águas claras. Netuno é nosso Pai e a nós reúne à Lei de seu Tridente em missões para: 1) doarmo-nos às postas, ceias raras, 2) às almas […]

Aquário

AQUÁRIO Eu sou o paradoxextraordinário: sou filho de Saturno em disciplina, também filho de Urano que fascina e torna imprevisível eu ser Aquário. Sou Tábua de Esmeralda estrela acima que embaixo faz de mim ser missionário; sou para a humanidade um operário, respiro o coletivo que me anima, Sou átomo explosivo em cibernética, o pioneiro […]

Capricórnio

CAPRICÓRNIO De mim, metade é peixe e a outra é cabra; mergulho solitário nos meus mares conquanto eu galgo os altos patamares das montanhas que eu traço; abracadabra, sou o mago dos mistérios estelares. Introspecto e rumino, eis minha lavra: dos ossos tiro a seiva da palavra; Saturno de emoções radiculares, transmuto o chumbo em […]

Mentirosamente

MENTIROSAMENTE Por mais trabalhe a mente ela só mente, por mais seja complexa em artimanhas, a mente tece teias, cresce aranhas, faz redes enlaçadas por serpente. Por mais lucubre a mente e faça manhas, mais alto o edifício que apresente, maior o seu intento a enganar gente, no fundo, a mente é a cega das […]

Sagitário

SAGITÁRIO Metade pó, metade divindade, sou fogo e sou carbono, este é meu sal; conviva do banquete e comensal, sou barco que navega entre a saudade e os mares de bonança ou vendaval. Sou dor, sou chaga viva em soledade, sou nervo à flor da pele e humanidade, ferida a purgar sempre o bem e […]

Transvitação

TRANSVITAÇÃO Quem saberá dizer se além da morte sobrevive a consciência, persiste a alma? Que restará de nós depois do trauma da foice que a todo ego impõe seu corte? Que diz o M gravado em nossas palmas? Mistério Metafísico mais forte, nas linhas se desfiam a vida e a sorte, os mares mais bravios […]