Amigo da Alma Rotating Header Image

Posts under ‘Sonetos’

Vampirarte

VAMPIRARTE Que há fadas, não há dúvida; eu não sou!Meu Reino é das sombrias solitudes,das cordas que arrepiam os alaúdes,dos vales onde o Sol já se apagou. Sou pena presa às mortas inquietudes,desgosto à Baudelaire, dor à Alan Poe;Vampirermafrodita, do you know?,quimera de morcego em servitudes, cornífera e inda alada ao altar de Pã.Eu, de […]

Memento Mori

MEMENTO MORI * Na madrugada da última terça-feira deixei São Paulo rumo ao interior de Minas, viagem rodoviária de umas 13 horas, hábito meu de tempos em tempos procurar a roça onde estou agora, a fim de melhor possa me recolher, fazer umas trilhas pelas manhãs e admirar as maravilhas do estrelado céu em noites […]

Um Monge em Pessoa

UM MONGE EM PESSOA Ao mestre, com carinho, em seu aniversário de 133 anos Eu peço que elas parem de berrar… são tantas essas ovelhas que me habitam, e eu sou o seu pastor – e como gritam – pois, guardo este rebanho, o meu pensar… Carneiros mais carneiros que me excitam, Caeiro e mais […]

Plutão, Pai das Estações – Parte VI

Plutão Astrológico – ATO III Tendo em vista nossa tertúlia, ao meio-dia de hoje domifiquei o mapa a investigar esta epidemia deflagrada na China, que já se alastra pela Europa. Júpiter, a 21º44’, acha-se rodeado por ‘maléficos’. O primeiro deles é Marte, que, tendo ingressado em Capricórnio no último 16 de fevereiro, hoje está a […]

Plutão, Pai das Estações – Parte V

Plutão Astrológico – Ato II Levantando-se, o mestre dirigiu-se a uma das estantes da sala, aquela em que reunia as principais obras das grandes tradições espirituais, cujas prateleiras sustentavam raras edições do Rig Veda, do Dhamapadda, do Sepher Yetzirá, do Corão… puxou uma de suas Bíblias cristãs encadernada em couro e trouxe-a consigo. Depositando-a sobre […]

Plutão, Pai das Estações – Parte IV

Plutão Astrológico – ATO I O mestre encheu-nos as taças com prazer, ciente de haver plantado em nós, desde o Sol até Plutão, o interesse pela arte. Erguendo um brinde à revolução dos corpos celestes, pôs-se a discorrer sobre a matéria hermética, começando pelas beiradas para, quem sabe, alcançar o coração: — Quando pela primeira […]

Plutão, Pai das Estações – Parte III

Plutão Mitológico – ATO II — E o que fez a deusa? – perguntamos. — Primeiramente, agradeceu ao rapaz. Pela primeira vez, voltava a haver um norte. E nem teve dúvida, Deméter subiu direto ao Olimpo. Entrou chutando o que via pela frente, derrubando as mesas postas aos banquetes, destruindo mármores esculpidos por Dédalo, quebrando […]

Plutão, Pai das Estações – Parte II

Plutão Mitológico – ATO I — Comecemos pelo nome: Plutão é um eufemismo. — Como assim? – cobramos. — Sempre que os gregos se viam obrigados a citá-lo, a fazer-lhe menção… preferiam dizer ‘Plutão’ a proferir seu real temido nome. — A citar quem? – perguntamos. Levando a mão esquerda em concha à boca, pondo-se […]

Plutão, Pai das Estações – Parte I

Plutão Astronômico Ao poente da sexta-feira, 13 de março, Alan e eu éramos admitidos ao observatório-biblioteca de mestre Nicolau. Tão pronto nos instalamos à sua mesa de trabalhos, mapas e livros abertos sobre ela, e à luz de seus vários candelabros, taças plenas, sorvíamos antiga safra de O Corvo, um dos tintos de sua preferência, […]

Cosmic Zoom

COSMIC ZOOM Dança de Shiva em vórtice e espiral no céu de Indra; seus olhos são mil pérolas, estrelas do Universo, nossas células, dupla hélice em mistério helicoidal. E assim como em dragões moram libélulas, das almas do oceano extrai-se o sal; nos átomos, galáxias lembram o Caos, são cósmica memória feito esférulas. Que EU […]

EU-Ciclopédia

EU-CICLOPÉDIA Abri-me em enciclopédia a meditar por nomes e vocábulos, verbetes… desnudam-me as palavras, sou lembretes de que as definições são ego-a-estar. E então por entrelinhas sem colchetes, além dos rodapés notas a dar, cheguei ao fim das letras por listar, perdi-me do A ao Z, mente em bilhetes… Meus pensamentos, últimos telégrafos, ainda apitam […]

Delírio

D.S.M. (DELÍRIO SUPRA-MANÍACO) Se a questão é delírio, não se iluda, é procurar direito: cada um tem um, grande ou pequeno, sempre há algum. A própria Psiquiatria que os estuda também sofre um delírio bem comum: de arroubo de grandeza e pescoçuda, em megalomania – e de alma muda – deu pra ser neurociência e […]

Ouroculto – Arcanum Medicinalis

Ontem, excelente o entardecer do domingo, pude privar-me da sublime companhia de Christiano Sotero. Nem mesmo nosso último pretendido encontro, previsto para o Equinócio de Outono, pôde ocorrer devido às novas regras de conduta e isolamento impostas pela plutônica pandemia. No transcorrer desta quarentena, como de hábito já o fazia desde quando conheci o mestre […]

Sonetelemental

SONETELEMENTAL Sonetos me visitam em Salamandras,são fogo, pensamentos, são centelhas…são urdidura e própolis de abelhas,zumbido à cotovia, essas calandras… Às vezes ancestrais surpresas velhas;por outras, profecias das Cassandras;nem sempre flores virgens, mas malandrascamélias a enfeitar nuas corbélias. Sonetos são lagartos sobre a testa,que em bífidos quartetos e tercetosrastejam-me de versos sob escamas; são répteis que […]

A Grande Conjunção

Mestre Nicolau pusera-se em vigília desde a meia-noite do último dia 12 de janeiro, e já me advertira na véspera para que passasse vê-lo em seu sítio em Piedade (SP) ao final da tarde do domingo. Fazia tempo não nos encontrávamos. Última tertúlia nossa fora sobre Netuno; desde então, nas poucas vezes em que ocasionalmente […]

Bolhas de Sabão

BOLHAS de SABÃO Porque fiz arte em miração, coisa de criança, brincadeira de salão; peguei uns Universos, de uns tudo e de outros parte, ensaiei a minha dança, soprei bolhas de sabão… Sopro o Universo em bolhas de sabão: eu brinco de galáxias, giro estrelas, Brahma em respiração eu sei mantê-las, sou Shiva em aula […]

Touché !! – disse-me o Arcanjo

 Há horas frente ao sagrado fogo, solitário, eu meditava. Noite intensa de estrelas e trabalho. Vigiar e orar era a palavra de ordem, mas nem sempre permanecemos atentos o quanto deveríamos. E foi assim que, entre reflexões e devaneios, perguntando-me acerca de meus desígnios, deixando-me envolver por armadilhas, baixei a guarda e esmoreci. Foi quando […]

Sone-TAO

SONE-TAO “O homem mais elevado serve-se de seu coração como se fosse um espelho. Não foge das coisas nem vai ao encontro delas. Reflete-as, mas não as detém” Dchuang-Tsé (335-275 a.C.) Qualquer um com o TAO nunca é o tal, que o Tao, só por ser TAO, é o Todo e o Um; sem ele […]

O Tarô de Plotino

O TARÔ de PLOTINO Visitam-me os arquétipos, os Arcanos, sou eu todo um Tarô que se desdobra, por trás das cartas mora oculta Obra que assim, por decifrar, sonho meus anos. Constela-se mutante em mim a cobra, serpente do Oroboro e dos Oceanos, a Mônada da qual Mundos e planos a cada divisão meus sonhos […]

O Santo Graal e a Pedra Filosofal

O SANTO GRAAL E A PEDRA FILOSOFAL (por Paulo Urban, médico psiquiatra e Psicoterapeuta do Encantamento) Desde o dia de Reis de 2017 havíamos sido advertidos por Christiano Sotero, eu e o confrade Alan, de que não tardaria seríamos convocados a uma nova Iniciação a dar conta de nosso gradual progresso nos seios da TAO. […]