Amigo da Alma Rotating Header Image

O Tarô de Plotino

O TARÔ de PLOTINO

Visitam-me os arquétipos, os Arcanos,
sou eu todo um Tarô que se desdobra,
por trás das cartas mora oculta Obra
que assim, por decifrar, sonho meus anos.

Constela-se mutante em mim a cobra,
serpente do Oroboro e dos Oceanos,
a Mônada da qual Mundos e planos
a cada divisão meus sonhos dobra.

Por isso sonhos somos, desejamos…
78 Arcanos que se abraçam,
imagens da alquimia que se opera,

destinos que a uma só teia se enlaçam
conquanto a cada passo retornamos
à luz do Uno que à morte nos espera.

Paulo Urban, Sonetista do Aquarismo
10 de agosto, MMXIX
decassílabos heroicos

Leave a Reply